EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

sábado, 30 de junho de 2012

"CORTES E CORES"

por Breno Marques.


Legal essa história de Blog! 

Sou um tremendo vasculhador destes ambientes modernos, feitos para mostrar nossa cara de um jeito protegido, dizendo e apontando rumos e ideias indiscutíveis no dia-dia. 

Quando fui convidado a escrever um texto, não sabia bem por onde começar, se tecnicamente, espiritualmente ou debochadamente. Realmente não sabia, mas vi que temos de entregar os pontos e escancarar a realidade para se ter crédito. Isso é Bom. 

Trabalho numa empresa que de certa forma é inovadora. Usamos técnicas e equipamentos CNC (CNC são as iniciais de Computer Numeric Control ou em Português Controle Numérico Computadorizado. É um controlador numérico que permite o controle de máquinas, é utilizado principalmente em Centros de Maquinagem. Permite o controle simultâneo de vários eixos, através de uma lista de movimentos escrita num código específico (código G)), arquivos e máquinas gerenciadas por computador. Possibilitando assim inúmeras alternativas de criação e soluções antes reservadas a grandes cidades e países avançados tecnologicamente. 

Tenho o prazer de trabalhar com ARTE, fazemos peças e produtos usados em decoração e utilidades do cotidiano.



Atualmente considero minha fábrica um EMBRIÃO, um começo de sonho que aposto será gratificante e surpreendente daqui pra sempre...

Com a ajuda de artistas e designers, vi meu trabalho ser reconhecido e comprado por lojas de todo Brasil, assim como na cidade de Uberlândia, onde a arte se espalha por praças e canteiros, fazendo a comunidade pensar sobre as figuras ali eternamente instaladas. (Que seja eterno enquanto dure né!). 






O uso de materiais diferentes possibilita um grande número de criações, podendo ser utilizados: aço, papel, acrílico, tecido ou couro. Tudo recortado e beneficiado, transformando em objetos utilitários ou para apreciação. 

Queria muito que nosso trabalho se espalhasse pela cidade e que as pessoas se sensibilizassem, tirando de seus interiores, os artistas adormecidos. Isso realmente seria legal, como um grande KARAOKÊ das artes... Muitos se atrevem a cantar. Porque não desenhar, esculpir ou pintar? Estamos à disposição... Vamos criar. 

Breno M. Marques 
CORTES E CORES


5 comentários: