EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

"MOSTEIRO DE SÃO BENTO NO RIO DE JANEIRO"


Por Alexandre França


Com informações de Rio de Janeiro Aqui


O Mosteiro de São Bento é um local de vida monástica que remonta 4 séculos, e que juntamente com a igreja à ele anexa, a Abadia de Nossa Senhora de Monserrate são um dos mais preciosos monumentos históricos e arquitetônicos do Rio de Janeiro.

A Igreja e o Mosteiro de São Bento ficam no Centro Histórico da cidade do Rio de Janeiro, perto da Praça Mauá, na Rua Dom Gerardo, e possui duas entradas. Ambas as entradas estão nesta mesma rua, sendo que pode-se subir uma rampa se estiver de carro ou taxi entrando no número 68. Pode-se usar também o elevador, com acesso pelo número 40, na mesma rua.

O conjunto arquitetônico constituído pelo Mosteiro de São Bento e pela Abadia de Nossa Senhora de Monserrate já foi uma das construções mais destacadas no cenário e paisagem da Cidade do Rio de Janeiro até o início do Século 20, aparecendo como ponto de referencia em inúmeras pinturas e panorâmicas da cidade.

Mais que isto, a construção do Mosteiro e sua Igreja foi o maior empreendimento de construção ocorrido na cidade no século XVII, sendo considerado também o que melhor representa em termos de arquitetura e construção este período entre 1600 e 1700.

Sua importância é de notório valor para o patrimônio histórico e artístico não somente por seu uns dos conjuntos mais bem preservados em termos de autenticidade, mas também por suas qualidades formais e por sua unidade.

Enquanto a o projeto e construção da Igreja carreguem características que o incluem dentro do estilo "Renascimento Tardio" ou "Maneirismo Português", a talha ou entalhadura em madeira que ornamenta e decora o interior da Abadia de N. S. de Monserrate cria um ambiente barroco, bastante característico da arquitetura luso-brasileira.

As esculturas e entalhes são considerados um dos mais belos exemplares do barroco brasileiro e de grande importância artística em qualquer cenário, seja brasileiro ou mundial.

A instituição foi fundada no ano de 1590 por monges beneditinos vindos da Bahia, quando então foram se concretizando todos os arranjos para a construção mosteiro.

O projeto da construção é creditado à Francisco Frias de Mesquita em 1617 e também a Frei Bernardo de São Bento Corrêa de Souza em 1670. O claustro do mosteiro é de autoria do Brigadeiro Engenheiro Alpoim.

A construção se iniciou em 1633 e foi totalmente concluída entre 1670 e 1690. As principais reformas e restaurações ocorreram durante os séculos XVIII, XIX e XX, durante os anos de 1732, 1743 e entre 1788 à 1794.

Hoje em dia suntuosos casamentos são realizados na capela mosteiro. E é possível acompanhar audições de cantos sacros e gregorianos pelos monges que ali vivem.
















Nenhum comentário:

Postar um comentário