EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

"BONSAIS"

por Alexandre França 

Com informações de Mundo Estranho

Bonsais são árvores e plantas comuns, ou seja: sem alterações de ordem genética, mas que, com a poda da raiz, o corte e o direcionamento de galhos e o desbaste da copa - sempre executados com conhecimento e regularidade - desenvolvem-se em escala menor do que seus similares encontrados na natureza.




Essa miniaturização vegetal começou na China há mais de 1000 anos, mas acabou se consagrando mesmo no Japão. 
 

Curiosamente, o bonsai não é uma invenção humana. Os primeiros praticantes dessa arte observaram árvores anãs e saudáveis que cresciam em pequenos nichos de pedra, com pouca afluência de água, ou sob o ar rarefeito de altitudes elevadas. "Ao pé da letra”, bonsai quer dizer bandeja com plantas. Em geral, a raiz precisa ser podada uma vez por ano, quando a árvore é jovem, e uma vez a cada cinco anos, quando é adulta. A copa é desbastada uma ou duas vezes por ano. Tudo isso diminui a quantidade de água e nutrientes absorvidos e, por fim, altera o processo de crescimento do vegetal.




Os bonsais padrão têm cerca de 60 centímetros de altura e podem viver mais de um século.




Algumas espécies dão resultados estéticos melhores, como os pinheiros e as árvores frutíferas.




Há bonsais grandes, médios e pequenos. Os menores que existem são conhecidos como mame e cabem na palma da mão.


Um comentário: