EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

"OS MOSAICOS DE GAUDÍ"

por Alexandre França

Com informações de Arte Mosaicos

Antoni Gaudí foi um dos maiores representantes do modernismo na Espanha. Estudou arquitetura em Barcelona onde deixou a maioria de suas obras. Desde suas primeiras realizações, mostrou interesse por um dos princípios formais importantes da nova corrente: a unidade do objeto artístico e os laços entre o artista e o artesão. Gaudí parte de uma concepção globalizada da arquitetura - ela não é unicamente estrutura, integra também ornamentação.


Quando criança, teve reumatismo e acabou ficando impossibilitado de participar das brincadeiras com outras crianças. Por esse motivo, passava muitas horas de seu tempo livre observando os animais e plantas, o que lhe fez adquirir um censo muito aguçado sobre os princípios do naturalismo. A esse respeito, Gaudí escreveu: " A linha reta é uma invenção do homem, a natureza não nos apresenta nenhum objeto monotonamente uniforme".


Apesar das formas orgânicas terem sido sua maior fonte de inspiração, Gaudí também buscou estímulos na arte gótica, nos livros medievais e na arte árabe. As primeiras obras de Gaudí são as mais influenciadas pelo estilo mourisco, sendo o mosaico um elemento bastante frequente na sua decoração de ambientes internos e fachadas. Suas principais realizações foram: A Casa Vicens, Palácio Guell, Parque Guell, Casa Batlô, Casa Milá, Palácio de Astroga, Casa de Los Boines.


O Parque Guell, situado em Barcelona, é um reflexo da plenitude artística de Gaudí. Pertence a sua etapa naturalista datada na primeira década do século XX, período no qual o arquiteto aperfeiçoou o estilo pessoal, inspirando-se nas formas orgânicas da natureza, pondo em prática uma série de novas soluções estruturais, com grande liberdade criativa e imaginativa criação ornamental.


Os mosaicos do Parque Guell, são de excelência e grande riqueza artística, conjugam estrutura e arte harmonicamente, propondo forma e estética de maneira impecável.








Nenhum comentário:

Postar um comentário