EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

segunda-feira, 26 de maio de 2014

"TOADA"

por Alexandre França


Escutar músicas cantadas com mais de uma voz sempre me emocionou. É como se sentisse uma forte vibração a invadir minhas células. Energia pulsante de alegria e prazer. Sempre agradeço pelas oportunidades que tive na vida de conviver de perto com experiências musicais. Estudei no conservatório dos 8 aos 16 anos. Depois fui fã e parceiro de grupos vocais, corais, músicos..., o TAINACANTO de Uberaba com amigos no comando de Helio Siqueira, o CORO MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA com quem compartilhei diversos momentos criativos regidos pela amiga Rejane Paiva, o CORAL DA UFU regido pela querida e admirável Edmar Ferretti onde desenvolvi cenários e figurinos, vivências cênico / musical com o maestro Marcos Leite.... Nunca cantei com nenhum desses grupos, mas sempre encontrei neles e na música coral estímulo para minha produção de imagens. Arte não tem nome, nem fronteiras. Sempre gostei de tudo junto e misturado. Sendo um, sou muitos. Seja em canções clássicas ou populares me renovo a cada melodia. Separei pra ouvirmos a canção Toada, do famoso Grupo Vocal BOCA LIVRE, grande sucesso nos anos 80. Encontrei uma versão que se juntam a eles o MPB4, outro excelente Grupo da mesma época. Oito homens de lindas vozes cantando com ternura e encantamento.








Toada

Vem morena ouvir comigo essa cantiga
Sair por essa vida aventureira
Tanta toada eu trago na viola
Prá ver você mais feliz

Escuta o trem de ferro alegre a cantar
Na reta da chegada prá descansar
No coração sereno da toada, bem querer

Tanta saudade eu já senti, morena
Mas foi coisa tão bonita
Da vida, nunca vou me arrepender

Morena, ouve comigo essa cantiga
Sair por essa vida aventureira
Tanta toada eu trago na viola
Prá ver você mais feliz

Escuta o trem de ferro alegre a cantar
Na reta da chegada prá descansar
No coração sereno da toada, bem querer

Tanta saudade eu já senti, morena
Mas foi coisa tão bonita
Da vida, nunca vou me arrepender

Vem morena (6x)

Vem morena ouvir comigo essa cantiga
Sair por essa vida aventureira
Tanta toada eu trago na viola
Prá ver você mais feliz

Escuta o trem de ferro alegre a cantar
Na reta da chegada prá descansar
No coração sereno da toada, bem querer






Nenhum comentário:

Postar um comentário