EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

quarta-feira, 16 de abril de 2014

"Metamorphoses = Paul Gauguin"

por Sueli Chibli - New York

No MOMA de Nova York, até 08 de Junho na Galeria de Exposições Especiais, você pode ver a Obra do mestre Paul Gauguin - Metamorphoses.

A mostra foca as raras e extraordinárias gravuras e desenhos, além de várias pinturas e esculturas. São aproximadamente 150 trabalhos, criados em várias explosões discretas de atividade de 1889 até sua morte, em 1903, essas obras notáveis no papel refletem as experiências de Gauguin com uma variedade de mídias, de xilogravuras radicalmente "primitivas" que se estendem desde escultural relevos de madeira talhada, monotipias aquarelas e desenhos grandes e misteriosos. O processo criativo de Gauguin envolve frequentemente, repetindo e recombinando motivos principais de uma imagem para outra, o que lhes permite evoluir e se metamorfoseiarem ao longo do tempo e através de médiuns. Gravura, que, por definição, envolve a transferência e multiplicando imagens, proporcionou-lhe muitas possibilidades novas e férteis para transpor seu imaginário. Gauguin abraçou as superfícies sutilmente texturizadas, cores matizadas e marcas acidentais que resultaram de processos incomuns que ele criou, para eles projetarem uma visão sombria e misteriosa do sonho de vida, no Pacífico Sul, onde passou a maior parte dos últimos 12 anos de sua vida.





















Nenhum comentário:

Postar um comentário