EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

"DANÇAR SEM LIMITES "

por Rafael Mendonça

Não se sabe ao certo quem, onde ou como se dançou primeiro, mas o hábito de dançar acompanha a humanidade há séculos e vem evoluindo e modificando-se de acordo com as necessidades, experiências e vontades do homem. Dançar esta muito além de ritmos, modalidades ou estilos musicais, a dança é uma maneira de expressão e não só corporal, mas principalmente expressão da alma, liberdade de espírito e paz interior. A dança traz vários benefícios pois é considerada um ótimo exercício, uma excelente maneira de socialização, uma eficiente forma de disciplinar o corpo e a mente dentre vários outros fatores. Um grande erro cometido por muitas pessoas é englobar a dança em poucas modalidades como o ballet, dança do ventre, tango, valsa, dança de rua e poucas outras categorias mais conhecidas. Quando isso acontece as pessoas se limitam e se distanciam da dança talvez por acharem que não se adequariam a estas modalidades. Sendo assim podemos aproveitar essa leitura para abrir nossa mente e entender que a dança é imensurável, a cada dia novas modalidades ou atualizações de modalidades existentes são criadas, grande parte das danças tem influencias folclóricas ou simplesmente foram criadas a partir do reflexo de uma cultura. Hoje, bem resumidamente podemos classificar a dança em categorias como danças clássicas, danças folclóricas ou com fundos religiosos e culturais, dança de salão e dança contemporânea, lembrando que várias danças de salão por exemplo têm influências de danças folclóricas ou culturais mas que pelo fato de se dançarem em casais levou-se o nome de dança de salão. Finalmente entende-se que a dança em suas modalidades sempre se encontram e se influenciam e isso é o que traz tanta riqueza à esse meio que tende a evoluir e crescer cada vez mais. Em próximos textos desbravaremos essas modalidades e entenderemos um pouco mais da dança tanto mundial como brasileira e quem sabe você não descubra uma nova paixão para se aventurar.















Nenhum comentário:

Postar um comentário