EDITOR : ALEXANDRE FRANÇA
COLABORDORES : ANDRÉ REIS E BETH SHIMARU

terça-feira, 12 de março de 2013

"Roupa para objeto"

por Natalia Pires



Sempre fui interessada por fotografia e, dentro das artes plásticas, é uma das ferramentas que eu mais utilizo, pela sua praticidade e universalidade. O projeto Roupa para objeto, apresenta indagações entre moda, arte e a própria roupa. Qual a função da roupa? Qual a função da roupa na sociedade?


A proposta do trabalho é tirar da roupa, a verdadeira função que ela tem, para assim, criar um pensamento mais atento e menos acostumado, do que é realmente a roupa para nós, e o que ela representa. A roupa nada mais é do que proteção. Proteção contra o frio, calor, chuva, ou sol. Proteção ao meio em que se vive. Ao longo dos anos, a roupa foi ganhando outros significados, mas a sua priori, a sua primeira função, era a de proteger o nosso corpo. Partindo dessa ideia, elaborei roupas, para coisas que não precisam delas. Roupas para objetos. Seres inanimados e não humanos não têm a menor necessidade de usarem roupas para de protegerem, se exibirem, ou simplesmente estarem na moda. E isso traz em discussão o porquê da roupa. Além disso, também traz uma segunda ideia: um olhar diferenciado para o objeto em questão utilizando roupa.


Um objeto comum do dia-a-dia pode receber um olhar mais atento se estiver revestido ou vestido de forma inusitada ou diferente do que se vê todos os dias? Isso pode trazer uma reflexão sobre sua forma e além disso, pode trazer uma certa humanização do objeto, colocando-o num papel mais importante do que ele realmente tem de origem?

É isso que eu tento questionar com as minhas fotos.

"NOTA DO EDITOR"

Vale a pena ressaltar que este trabalho da Natalia foi concebido há mais de 3 anos, mas continua tão atual que essa semana, na programação que antecede a São Paulo Fashion Week o artista Nova-iorquino Peter Coffin, espalhará por árvores de São Paulo calças jeans nos dias antecedentes à abertura da mostra “MOVE!”. O artista veste troncos de árvores selecionadas em diversos espaços da cidade com calças jeans. Esta instalação antecipa e anuncia a mostra e personifica o espírito do evento, que é provocar um debate sobre a maneira como a arte e a moda afetam o mundo em que vivemos, proporcionando ao público uma percepção redimensionada da realidade.

Legal demais saber que uma pessoa do nosso universo próximo anda tão em sintonia com a arte e a vida.



3 comentários:

  1. rs, o da árvore ficou legal.
    Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui (:

    ontendency.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. ola! Vim fazer uma visita e dizer que seu espaço esta muito lindo!
    Parabéns,forte abraço... de camiseta

    ResponderExcluir