EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

"Retrô..."

por Lisiane Fereira

Os clientes que me procuram buscam consultoria tanto para eventos, quanto para projetos de interior. Muitos deles dizem que querem sua festa ou sua casa com toques retrô vintage. Comecei a questionar se eles realmente sabem o significado desses dois estilos ou se entram nessa só por modismo. Além disso, são conceitos bem distintos e muito confundidos. Pesquisei muito sobre o assunto e cheguei à conclusão: a minoria recorre ao retrô ou ao vintage com plena consciência dos seus significados, mas a grande maioria acaba recorrendo a eles por modismo mesmo. Bom, mas independente da sua motivação ao escolher um ambiente retrô ou vintage, é importante saber como, quando e onde usá-los. O conceito “vintage” é uma recuperação dos estilos dos anos 20, 30, e 50 do século passado. Vintage é uma designação aplicada à produção e colheita da uva, que dentre outros fatores, contribuem diretamente para o resultado final do vinho. Sua origem vem de “vint”, relativo à safra de uvas, e “age”, de idade. O termo “vintage” foi acolhido pela arte, moda e decoração para designar peças eu marcaram uma época. Os rótulos das latas representam o “boom” comercial do início do séc.XX, como consequência da evolução Industrial, e que se vê a implantação de novidades, como a impressão de rótulos à cores. Vieram também as vintage candles, as pin-ups, geladeiras coloridas, cozinhas azuis, e banheiros cor-de-rosa, bem característicos da época. Já o retrô significa ter como inspiração para a criação de roupas ou objetos, o que se usou no passado: conceitos de décadas ou até mesmo séculos atrás são retomados para que um produto seja comercializado nos dias de hoje. Os estilos de 50, 60 e 70 são sempre vistos por aí. É fácil conseguir cartazes dos seus filmes preferidos para decorar as paredes de sua casa! Você já pensou em usar ou mesmo presentear alguém com cartazes daquele seriado que não passa mais na TV, de desenhos animados, das belas pin-ups, de propagandas antigas de bebidas, eletrodomésticos, remédios, carros, cosméticos e guloseimas fizeram parte da sua infância?


Pois é, tudo isso faz parte do universo vintage ou retrô. Se você realmente sente uma certa identidade com essas tendências, aventure-se nestes estilos! O melhor de tudo é você ser original dentro daquilo que escolheu, sem fazer simplesmente uma cópia.


Seguem aí alguns lugares de onde se pode achar objetos vintage ou retrô. E para quem curte um brechó, não deixe de visitar o tradicional “De Salto Alto” quando for ao Rio de Janeiro. Ele fica na rua Siqueira Campos em Copacabana e tem inúmeras opções irresistíveis de artigos de decoração dos anos 50, 60 e 70.




Las Tias, uma loja bacanérrima de decoração de Miami, nos Estados Unidos, reúne moveis, objetos e curiosidades do período art déco até os anos 50 e 60. O espaço, que fica em um enorme e bem iluminado galpão próximo ao Miami Design District, é repleto de raridades no que diz respeito à vidros, acrílicos, cromados e muito mais. Crie, ouse, supere!


Nenhum comentário:

Postar um comentário