EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

sexta-feira, 5 de julho de 2013

"UMA ORQUÍDEA CHAMADA VANDA."

por André Reis


A Vanda é uma orquídea de origem asiática, encontradas em regiões pantanosas, parecidos com mangues, onde, mesmo quando não chove, a umidade do ar é muito alta, ambiente ideal para elas, calor, muita luz, ventilação (circulação do ar), água e muita umidade.


Suas flores podem durar cerca de 30 dias e são nas cores amarelo, laranja, vermelho, rosa e arroxeadas.


Apreciam bastante água direto nas raízes, mas não gostam de ficar molhadas muito tempo, gostam de clima quente e não suportam temperaturas muito baixas.


Requer mais adubo do que as demais orquídeas, porque suas raízes são aéreas e seu caule precisa crescer para uma nova floração.


Lembrando que, nunca se deve adubar em pleno sol, opte sempre pelo início da manhã ou fim da tarde.


A Vanda dispensa substrato, ela gosta de suas raízes limpas e soltas.


Você pode deixá-la pendurada, ou amarrá-la numa árvore.


Um comentário: