EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

sábado, 14 de julho de 2012

"Congada"

por André Reis.




O congado aqui em Uberlândia data do ano de 1876, antes do final da escravidão.

A congada é uma festa cultural e religiosa de devoção e fé à Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.




Enfim, pra mim não importa como surgiu e nem quando, mas sim a importância e a nostalgia que a congada me proporciona.

Tive o privilégio de nascer e morar durante a maior parte da minha infância bem próximo a casa do Senhor Elias que não me falhe a memória era um dos responsáveis pela congada, todos os ternos de congo tinham de passar em frente a sua casa, eu ficava maravilhado com todo aquele “barulho”, tambores, tantas cores, danças e cantos, o trançar de fitas era hipnotizante. 




Eu e minha irmã ficávamos acordados até tarde, um dos últimos ternos a passar era o do Sr. Siricoco, o Moçambique de Belém com sua batida, o chocalhar das gungas, que ainda hoje me emocionam.



Próximo de casa havia também o Camisa Verde, onde meu pai quando jovem dançava como membro, terno comandado pela saudosa Sra. Fátima, que por vezes nos convidava para o almoço no dia de festa.


A congada faz parte da vida de minha família e vem passando de geração em geração, hoje quem festeja a congada são meus sobrinhos que já dançam há oito anos.


A congada acontece no segundo domingo de outubro, festa de fé, de união, de amor, de devoção, sons, alegria, choro, emoção, junção de povos de todas as cores.


 fotos por André Reis

3 comentários:

  1. que legal! com certeza, um dia vou conhecer! :)

    http://sorriaavidaebella.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito legal, vocês estão de parabéns é uma matéria melhor que a outra... Beijos

    Abraços, Júlia Gouveia.

    ResponderExcluir