EDITOR CHEFE : Alexandre França
EDIÇÃO E FOTOS EXCLUSIVAS : André Reis
ILUSTRAÇÕES : Elizabeth Shimaru, Hélio de Lima
COLABORAÇÃO : Vânia Beatriz A. Vilela

quarta-feira, 25 de julho de 2012

"CAIXAS E RECORTES"

por Antônio Cláudio da Silva

Todos nós guardamos alguma coisa. Alguns guardam segredos, outros guardam dinheiro, outros guardam mágoas, outros guardam bons sentimentos e outros por sua vez guardam objetos.
No meu caso, não foi por guardá-los que a concretização desse trabalho surgiu, porém foi pensando, em qual o significado que eu poderia dar à esse objeto relacionando-o com o sentimento que eu gostaria que ele transmitisse, e não na memória que esse objeto traz consigo.
E foi procurando estabelecer relações entre minhas experiências pessoais e os objetos específicos geradores de significados no meu processo criativo que concebi este trabalho.
Compartilhar um olhar, mais significativo e assim, guardá-lo para depois expor esses fragmentos “recortes” de memória, que estavam organizados de modo a construir um arquivo visual. Foi o gancho que me ocorreu para utilizar de objetos e elementos comuns inseridos no contexto da minha poética, que através da busca para relacionar parte do meu passado (desde momentos da minha infância) até o presente momento, com a pretensão de que o observador do trabalho pudesse se encontrar mesmo que por um instante dentro do trabalho fazendo parte dele por alguns momentos, foi para mim uma grande conquista.
Poder compartilhá-los aqui novamente é um prazer. Um trabalho despretensioso e sem grandes atrativos mas que vejo com o olhar de um observador, olhar de um pai que acompanha o filho e que o vê crescer, cada dia um pouco foi como concebi esse pequeno gesto de arte. Parte de mim que busca instigar parte do outro, provocar o olhar na busca de um detalhe que acontece aos poucos.
Durante o curso de Artes identifiquei me com a pintura objetual, e sempre fui apaixonado pelas colagens do espanhol Pablo Picasso e as caixas do americano Joseph Cornell. A partir do entendimento de minha identidade e amadurecimento de minha experiência plástico / poética produzi a série – Caixas e Recortes. Sendo assim, tenho o prazer de apresentar aos espectadores do Blog GIRAGIRAFFA trabalhos desenvolvidos com o objetivo de despertar um olhar mais singelo e significativo sobre objetos e elementos cotidianos.



Antônio Cláudio da Silva, 35 anos, é graduado em Licenciatura no Curso de Artes Plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia.


Um comentário:

  1. Alguns grupos indígenas norte americanos que possuem uma sacola de talismãs, e os objetos guardados nestas sacolas são "mágicos" e trazem muitas lembranças e proteção!

    em relação as imagens, a sequência dos pássaros é irada!

    e em relação ao background do blog, psicodélico!

    Tiago Guillen

    ResponderExcluir